»
S
I
D
E
B
A
R
«
Google Wave é uma aula de gestão de produtos
August 8th, 2010 by Joca

O anunciado fim do Google Wave na última semana é uma verdadeira aula de gestão de produtos e eu não pude deixar a oportunidade passar. Por isso vou dar uma pausa no tema gestão de projetos para falar sobre algumas lições de gestão de produtos que o fim do Google Wave nos faz relembrar.


Google Wave

Google Wave


Descobrindo produtos

Marty Cagan, ex-VP de Produtos do eBay que atualmente faz consultoria de gestão de produtos, costuma dizer que todo processo de desenvolvimento de produtos deve começar com uma fase de “descobrimento de produtos” onde se deve descobrir:

  • se existem clientes interessados em sua idéia de produto
  • qual é o problema do cliente que sua idéia de produto se propõe a resolver e
  • se sua idéia de produto é a melhor solução para o problema do cliente.

Desenvolvimento de clientes

Já para Steve Blank, um empreendedor em série que já fundou 8 empresas de tecnologia, a importância de se conhecer o cliente é tão grande que não basta as empresas terem um processo de desenvolvimento de produtos, elas devem ter um processo anterior chamado de “desenvolvimento de clientes”, onde se busca entender o cliente e suas necessidades para só depois pensar em desenvolver uma solução para essas necessidades.

Mais startups fracassam por falta de clientes do que por não saber como desenvolver um produto.

Steve Blank, fundador de 8 empresas de tecnologia

Featuritis

Em um artigo de 2005 em seu blog “Creating Passionate Users”, Kathy Sierra mostra a felicidade do usuário como função do número de features de um produto. O gráfico é auto-explicativo:

Featuritis

Featuritis


Assim como o é a tela do Google Wave. São tantas coisas que se pode fazer com o Google Wave…

Google Wave

Google Wave


Útil, usável e desejável

Todo produto precisa ser:

  • útil: quanto as pessoas precisam desse produto? Ele faz o que precisa ser feito.
  • usável: quão simples é o produto? Simples de entender, simples de mexer ao ponto de facilmente o usuário se tornar um expert no produto.
  • desejável: quanto as pessoas querem o produto? Elas querem esse produto. Seus amigos também querem esse produto. Ele vale o tempo investido.

Lembrando que:

Triciclo

Triciclo


Fonte: http://flickr.com/photos/jevolella/437838621/

Se facilidade de uso fosse o único requisito, estaríamos todos usando triciclos.

Douglas Engelbart, inventor do mouse

Resumindo

  • Criar produtos somente porque uma uma nova tecnologia está disponível é um tiro no escuro.
  • Se o produto não resolve um problema real de seus possíveis clientes, as chances desse produto ser um sucesso são nulas.
2 people like this post.

Leave a Reply

»  Substance: WordPress   »  Style: Ahren Ahimsa