»
S
I
D
E
B
A
R
«
9 de cada 10 novos produtos falham
July 5th, 2010 by Joca

O processo de desenvolvimento de um novo produto em uma empresa já estabelecida tem semelhanças e diferenças com o processo de criação de uma nova empresa, ou uma startup como são chamadas as novas empresas nos EUA.

As principais diferenças são:

  • Numa empresa já estabelecida há todo o suporte tanto financeiro quanto de pessoas da empresa para desenvolvimento de um novo produto enquanto numa startup é necessário encontrar o dinheiro e pessoas dispostas participar da nova empresa com todos os riscos envolvidos.
  • Por outro lado, como a empresa já está estabelecida, a prioridade é, ou pelo menos deveria ser, o cliente e o produto existentes, que é o que garante a sobrevivência da empresa, já numa startup o foco é o novo produto já que a empresa não tem nada.

Já a semelhança está no processo em si:

Desenvolvimento de produtos

Desenvolvimento de produtos

Acabo de encontrar uma apresentação de Steve Blank, um empreendedor em série do Silicon Valley que fundou 8 empresas de tecnologia em 21 anos e hoje é consultor, professor e escritor sobre empreendedorismo.

Nessa apresentação ele começa apresentando um estatística que, na minha opinião, é mais forte semelhança entre o processo de desenvolvimento de um novo produto em uma empresa já estabelecida e o processo de criação de uma startup:

Mais startups falham por falta de clientes do que por falha no desenvolvimento do produto.

No seu blog ele comenta que 9 de cada 10 startups falham o que me parece ser uma estatística válida também para novos produtos desenvolvidos em empresas já estabelecidas.

E por que isso acontece? Porque o foco do processo de desenvolvimento de produtos tradicional está voltado o lançamento do produto, deixando de lado o que Steve chama de Processo de Desenvolvimento de Cliente, ou seja, descobrir se esse produto que está sendo desenvolvido atende uma necessidade real do cliente. É o que Marty Cagan, ex-VP de Produtos do eBay e atualmente consultor de gestão de produtos, chama de Product Discovery.

Na apresentação abaixo, Steve Blank mostra como é o Processo de Desenvolvimento de Cliente e como ele se encaixa no desenvolvimento ágil de software.

Vale a pena ver também uma série de 9 vídeos de uma aula do Steve em Stanford. O 7º vídeo da série ilustra bem o Processo de Desenvolvimento de Cliente:

Por isso, se você não quer que seu produto falhe, quer você seja parte de uma startup ou de uma empresa já estabelecida, vá pra rua e teste suas idéias com clientes reais. Só assim seu produto poderá deixar de ser parte dessa triste estatística.

Be the first to like.


Leave a Reply

»  Substance: WordPress   »  Style: Ahren Ahimsa